Campus da UFU em Patos de Minas fará testes para detecção de COVID-19

Inicialmente, serão realizados exames de PCR para coronavírus, podendo haver, no futuro, inclusão de testes para identificar dengue, zika e chikungunya

Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Patos de Minas
27/07/2020 - 10h15

Campus da UFU em Patos de Minas fará testes para detecção de COVID-19

O campus local da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) estruturou o Laboratório de Diagnóstico e Análises Moleculares e irá auxiliar no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Uma equipe da instituição atuará no LDAM realizando testes para detecção da Covid-19 em casos suspeitos de infecção. O projeto ocorrerá em parceria com a Prefeitura de Patos de Minas, que, por meio de convênio, destinou recursos financeiros para a aquisição de insumos e equipamentos essenciais ao trabalho. A instituição de ensino também recebe apoio da Secretaria de Educação Superior (Sesu/MEC).

Segundo a UFU, o LDAM foi criado com o objetivo de realizar testes moleculares para diagnósticos em geral, mas, em razão da necessidade do momento, atuará exclusivamente com exames de PCR para coronavírus. Futuramente, com o intuito de aumentar a assistência ao município, poderão ser incluídos testes para identificação de dengue, zika e chikungunya.

No momento, o laboratório está em fase de credenciamento na Rede Diagnóstica de Covid-19, juntamente à Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Para isso está sendo determinado o fluxo de coleta de amostras e quais cidades, além de Patos de Minas, serão atendidas pelo LDAM. Todos os equipamentos e insumos já foram adquiridos, restando apenas um reagente, cuja entrega está prevista para a próxima semana. A estimativa é iniciar os exames em agosto.

O LDAM foi instalado no prédio cedido pelo município onde já funcionam os demais laboratórios da UFU. Sete docentes, uma bióloga e um químico, todos servidores do campus Patos de Minas, desempenharão funções no local nesse primeiro momento. A coordenação é do virologista e professor Guilherme Ramos Oliveira e Freitas. Já os laudos serão assinados pela bióloga e responsável técnica, Luciana de Oliveira Almeida.

Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias