São Gotardo fecha o comércio e balneário e decreta toque de recolher e lei seca

Está proibido o comércio de bebidas em todo município de São Gotardo.

Diego Oliveira - SG Agora
22/06/2020 - 20h00

São Gotardo fecha o comércio e balneário e decreta toque de recolher e lei seca

Patos Notícias

A Coletiva de imprensa sobre o Covid-19 movimentada na manhã desta segunda-feira (22/06) em São Gotardo. Após registrar quarenta e um (41) casos confirmados para o novo Coronavírus, com apenas quinze (15) recuperados, os representantes do Comitê Extraordinário Gestor de Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde Pública causada pelo Agente Coronavírus (Covid-19) no Âmbito do Município de São Gotardo, tomaram medidas mais severas em combate a doença que chegou e está se espalhando de maneira rápida em todo o Alto Paranaíba.

Entre as medidas divulgadas à imprensa na coletiva de imprensa  e que serão determinadas a serem cumpridas a partir da divulgação de um Decreto que será publicado no mais tardar até esta próxima terça-feira (23), o Comitê Municipal destacou a criação da Lei Seca em todo o município São-Gotardense, o fechamento do comércio local considerado não essencial, um Toque de Recolher e até mesmo a possibilidade do cercamento da área de lazer do Balneário por tempo indeterminado. Esta última medida porém, ainda não será determinada através do novo Decreto.

Sobre a Lei Seca em todo o município de São Gotardo, incluindo seus Distritos,  a partir da publicação do novo Decreto, está proibido a venda de bebidas alcoólicas em quaisquer estabelecimentos comerciais. Tanto as pessoas que forem flagradas utilizando ou transportando bebidas alcoólicas ou comércios que infringirem a Lei e realizarem a venda de tal produto, estarão sujeitos a multa e para os comércios até mesmo a possibilidade de perda de alvará e proibição de funcionamento para outros fins. Os valores das multas deverão ser divulgados juntamente do Decreto, bem como o detalhamento da Lei.

Sobre o fechamento do comércio local de São Gotardo considerado não essencial, a medida passará há valer assim que o novo Decreto for publicado. De acordo com o Prefeito Municipal de São Gotardo Seiji Eduardo Sekita, tal medida será tomada de forma com que toda a população de São Gotardo entenda que, neste momento, é preciso que todos fiquem em casa. Portanto, no entender do prefeito, as pessoas não devem sair para realizarem a compra de produtos que não sejam essenciais ou de de sobrevivência e por isso o fechamento de boa parte do comércio de São Gotardo. No Decreto serão especificados todos os comércios que poderão funcionar e quais deverão ser fechados por tempo indeterminado.

Outra medida que será publicada a partir do novo Decreto e que afetará os cidadãos São-Gotardenses será o Toque de Recolher em todo o município. A partir da publicação municipal, será proibido a circulação de pessoas em ambientes públicos ou comerciais de São Gotardo entre os horários de 21:00 horas e 04:00 horas da manhã. As pessoas só poderão sair de suas residências em casos emergenciais. Festas e Confraternizações também estão proibidas em todo município, bem como a aglomeração de pessoas em praças ou em locais públicos como a área de lazer do Balneário. O local inclusive poderá ser cercado por tempo indeterminado caso continue recebendo aglomerações de pessoas. Aglomerações de pessoas em instituições bancárias e casas lotéricas também serão fiscalizadas de maneira mais intensa, segundo os participantes da coletiva de imprensa.

Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias