COVID-19: MPF em Patos de Minas destina mais R$ 510 mil para o combate à pandemia do coronavírus

Com isso, quantia doada já totaliza R$ 887 mil.

Igor Nunes
01/06/2020 - 15h10

COVID-19: MPF em Patos de Minas destina mais R$ 510 mil para o combate à pandemia do coronavírus

Patos Notícias

O Ministério Público Federal (MPF), reforçando seu papel de auxílio no combate à pandemia do novo coronavírus, destinou mais R$ 510 mil para os municípios da região do Alto Paranaíba.

Desse valor, R$ 400 mil serão destinados às Secretarias de Saúde dos municípios de Patos de Minas, São Gotardo, Carmo do Paranaíba, Rio Paranaíba e Serra do Salitre, para auxiliar na criação de mais leitos clínicos e leitos de UTI, além de gastos relacionados a essa medida.

Os valores serão doados proporcionalmente à ampliação de atendimento prevista para cada município pelo Plano de Contingência da Macrorregião Noroeste de combate à COVID-19. Patos de Minas, o maior município da região, receberá a quantia de R$ 104 mil, que será somada aos R$ 220 mil já repassados anteriormente pelo MPF, totalizando 334 mil reais. Carmo do Paranaíba receberá R$ 51 mil; Rio Paranaíba, R$ 83 mil; São Gotardo, R$ 134 mil; e Serra do Salitre, R$ 28 mil.

Os outros R$ 110 mil serão destinados ao campus da Universidade Federal de Viçosa (UFV) em Rio Paranaíba, para aumentar a produção de álcool gel, máscaras e protetores faciais do tipo Shield, que serão doados a todos os municípios da área de atribuição do MPF em Patos de Minas. A distribuição se dará proporcionalmente ao respectivo número de habitantes. Essa quantia ainda deverá ser empregada para a aquisição de insumos necessários à realização de testes laboratoriais de diagnóstico da COVID-19.

Todos esses recursos foram arrecadados pelo Ministério Público Federal através da celebração de Acordos de Não Persecução Penal, Termos de Ajustamento de Conduta e Acordos Judiciais e serão transferidos aos entes públicos pelo Conselho de Segurança Pública de Patos de Minas, que, em parceria com o MPF, mantém uma conta exclusiva para depósito e aplicação desses valores.

A prestação de contas da utilização dos recursos deverá ser encaminhada ao MPF em até 180 dias contados da data de recebimento dos valores.

Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias