Perseguição cinematográfica termina com dois homens presos

Os suspeitos abandonaram dois invólucros com pedras de crack no caminho.

Igor Nunes
07/01/2020 - 09h55

Perseguição cinematográfica termina com dois homens presos

Uma perseguição cinematográfica pelas ruas de Patos de Minas terminou na prisão de dois homens e apreensão de pedras de crack. O fato aconteceu na noite desta segunda-feira (06/01) e começou no Bairro Nossa Senhora Aparecida, mas só terminou na Avenida JK. 
Segundo informações do boletim de ocorrência, durante patrulhamento a viatura da Polícia Militar deparou com dois indivíduos em atitude suspeita numa motocicleta Yamaha/XTZ bege na esquina da Rua São Jorge com o Beco São José Operário. Os policiais deram ordem de parada ao motociclista, que desobedeceu a ordem e fugiu em alta velocidade pela Rua Prefeito Camundinho. 
Os militares acompanharam os suspeitos, que avançaram diversas paradas obrigatórias e quase causaram acidentes em vários momentos. Na Rua Carmo do Paranaíba, os militares viram quando o garupa arremessou um invólucro de cor branca próximo a lixeira. Outro invólucro foi arremessado também na Avenida Arlindo Porto. 
Ao chegar na Avenida JK, os suspeitos bateram na lateral de um carro VW/Fusca. Mesmo após a colisão, os homens continuaram a fuga pela avenida. Um cerco policial foi montado mais a frente, porém os suspeitos jogaram a moto para cima de uma policial, que chegou a atirar para se defender, porém ninguém foi atingido. 
Os criminosos fugiram pela contramão da avenida para tentar retornar à cidade, mas perderam o controle da moto e bateram contra uma árvore no canteiro central. A dupla foi contida pelos militares. Júlio Cesar dos Reis é quem conduzia a motocicleta e Wemerson Cesar dos Reis, ambos de 42 anos, estavam na garupa do veículo. Eles foram presos em flagrante. O condutor ainda sofreu uma pequena lesão no pé direito devido a colisão contra a árvore. 
Os militares retornaram ao local onde os suspeitos abandonaram os invólucros, que foram encontrados. Eles continham diversas pedras de crack, que foram apreendidas. Os suspeitos foram levados direto para a Delegacia de Polícia Civil, já que recusaram atendimento médico.

Patos Notícias


Patos Notícias