Defesa Civil e Prefeitura avaliam danos provocados pelo temporal em Patos de Minas

O órgão também auxiliará pessoas que ficaram impossibilitadas de habitas as casas danificadas pela chuva forte.

Caio Machado
04/12/2019 - 11h30

Defesa Civil e Prefeitura avaliam danos provocados pelo temporal em Patos de Minas

Após o temporal registrado no fim de tarde e noite desta última terça-feira (03), a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Patos de Minas (COMPDEC) realiza visita nos pontos atingidos pela chuva avaliando os danos provocados.

O coordenador do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) e coordenador municipal de Proteção e Defesa Civil de Patos de Minas, segundo-tenente BM Fernandes, afirma que foram registrados 16 chamados referentes a inundações, resgates de pessoas e animais.

“Foi um dia atípico e a demanda aumentou bastante devido à quantidade de inundações, deslizamentos de terra, arrastamento de veículos e pessoas”. Ele salientou ainda para que as pessoas evitem trafegar em pontos costumeiros de inundação da cidade em situações extremas estas.

“Um dos perigos de tentar dirigir carros ou motos, e até mesmo andar a pé, é que a água pode arrancar tampas de bueiros e pedaços do asfalto, o que provoca quedas e riscos de ferimentos ou prejuízos aos veículos”, observou o bombeiro.

A Defesa Civil trabalha para orientar as pessoas impossibilitadas de habitar as respectivas casas devido aos danos da chuva e, irá verificar se elas possuem locais para ir e junto da Secretaria de Desenvolvimento Social, verificará a necessidade de abrigá-las até que a situação seja restaurada.

O secretário de obras Mauro Lima afirma que um diagnóstico está sendo realizado para avaliar quais locais são prioritários para que os trabalhos de restauração sejam feitos e que a cidade seja reorganizada para garantir segurança a todos.

“Já estamos trabalhando na Rua São Geraldo, onde houve uma enorme soltura de asfalto, assim como no entorno na Praça do Campo do Vila, em que a água entrou debaixo dos briquetes causando um estrago e também na Avenida Fátima Porto, que ficou suja com o transbordamento do córrego”, disse.


  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
Fotos: Bruno Píres

Patos Notícias


Patos Notícias