Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres de Patos de Minas será inaugurado nesta quinta-feira

A inauguração ocorrerá às 10h.

30/10/2019 - 11h13

Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres de Patos de Minas será inaugurado nesta quinta-feira Divulgação

Será inaugurado nesta quinta-feira (31), às 10h, o Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres de Patos de Minas (CETRAS), localizado na Rodovia Sebastião Alves do Nascimento – Distrito Industrial II.

A estrutura tem sua origem em condicionante da licença ambiental das empresas Galvani Comércio e Serviços S/A e Mosaic e é objeto do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público, com o Instituto Estadual de Florestas (IEF) e com a Fundação Educacional de Patos de Minas (FEPAM). Embora a administração dos CETRAS seja competência do IEF, a gestão proveniente dos TACs, de ambas as empresas, está sendo realizada pela FEPAM.

O terreno em que foi construído o CETRAS foi cedido pela Prefeitura de Patos de Minas ao IEF. A área é de 9.783,27 m² e possui 1.178,87 m² de área construída. A estrutura do CETRAS conta com viveiros de voo; viveiros de rapinantes; viveiro de répteis; viveiros de mamíferos; viveiros de passeriformes e psitacídeos; recepção; administrativo; ambulatório; internação; quarentena de aves; quarentena de mamíferos; sala de cirurgia, preparo e recuperação.

Os CETRAS fazem parte de um elo importante no combate ao tráfico de animais silvestres, pois são estruturas que possibilitam o recebimento, o atendimento veterinário, o manejo e a destinação dos animais apreendidos dos órgãos de fiscalização: Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMAmb), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMAD). Além disso, os CETRAS recebem também os animais que são encontrados feridos no meio urbano e no meio rural, que são encaminhados por particulares ou oriundos de recolhimento por integrantes do IEF, do IBAMA ou da PMMAmb.

No CETRAS, os animais são treinados e avaliados quanto a aptidão para seu retorno a vida livre. Os animais destinados a reintrodução na natureza, após a reabilitação, a qual tem duração variável, são encaminhados para propriedades rurais devidamente cadastradas junto ao IEF como Áreas de Soltura de Animais Silvestres (ASAS).

Em contrapartida, os animais que não possuem condições de serem reintroduzidos no ambiente natural, seja por questões comportamentais, por inaptidão física ou por algum problema clínico, são encaminhados para criadouros devidamente cadastrados junto ao órgão ambiental.

Patos de Minas está em uma região considerada prioritária para a criação do CETRAS, definida a partir das ocorrências registradas pela PMAmb de animais apreendidos, resgatados e recolhidos no Estado de Minas Gerais. Na área de circunscrição da Unidade Regional de Florestas e Biodiversidade (UFRBio) Alto Paranaíba do IEF, o CETRAS de Patos de Minas é classificado na categoria B, com capacidade para receber até 3 mil animais por ano.


  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
Fonte: ASCOM UNIPAM
Fotos: Bruno Píres

Patos Notícias


Patos Notícias