PM prende três suspeitos e apreende comprimidos de ecstasy e munições no Bairro Sebastião Amorim

O incidente ocorreu na noite desta segunda-feira (28).

29/10/2019 - 16h05

PM prende três suspeitos e apreende comprimidos de ecstasy e munições no Bairro Sebastião Amorim

Na noite desta segunda-feira (28), a Polícia Militar (PM) efetuou a prisão de três pessoas por suspeita de tráfico de drogas e realizou a apreensão de diversos comprimidos de ecstasy e cinco munições no Bairro Sebastião Amorim.

Segundo informações do boletim de ocorrência, por volta das 22h45min, a PM recebeu a informação que na Avenida Maria de Fátima Borges havia uma mulher com um ferimento na mão e uma criança que estariam fugindo das agressões de um homem, que havia evadido após populares terem intervindo. E que havia uma outra mulher na Avenida Afonso Queiroz que já havia evadido do local em um veículo.

Segundo informações do SAMU, a mulher que estava com a criança havia solicitado socorro via telefone em uma rua próxima ao local do fato e logo em seguida dispensado, pegando um táxi e saído do local.

Quando a guarnição policial chegou a residência na Avenida Afonso Queiroz, onde havia ocorrido o fato, o local estava com o portão aberto e todas as luzes da residência acesas, e logo em seguida, um suspeito de 27 anos chegou e alegou aos policiais que a esposa de 20 anos e a irmã de 29 anos estariam brigando em via pública.

Neste instante, o suspeito foi questionado sobre quem estaria no interior da residência. Ele disse que não havia ninguém no imóvel e franqueou a entrada da PM. Como se tratava de uma denúncia de violência doméstica, os militares, visando preservar a integridade física de uma suposta vítima, adentraram na casa para verificar se não havia nenhuma vítima de violência.

No local, os policiais se depararam-se com a casa toda revirada, com vários móveis quebrados, e encontraram no chão da sala uma bucha de maconha. Questionado acerca de quem seria a droga, o suspeito disse ser o dono, afirmando ser usuário de drogas. Ele afirmou ainda, categoricamente que não havia agredido sua esposa, bem como sua irmã, porém a casa estava toda bagunçada e os móveis estavam quebrados e o suspeito apresentava uma lesão no dedo do pé, como se tivesse se cortado.

Após algumas diligências foi localizada a suspeita de 29 anos, irmã e filho do suspeito UPA III onde esta encontrava-se para atendimento médico. Em conversa com a moça, ela relatou para os policiais que seu irmão, após fazer uso de drogas e medicamentos passou a discutir com ela e com a esposa e que em dado momento ele a agrediu com uma garrafa de vidro causando uma lesão na mão esquerda dela. Ela disse ainda que a esposa do suspeito fugiu para não ser agredida e que duas teriam chegado a Patos de Minas na data do dia 27 de outubro, vindas do estado do Goiás.

Enquanto os militares aguardavam a esposa do suspeito receber o atendimento médico, a criança disse a um dos militares que as coisas que estariam no interior da mala dela não seria de propriedade dela. Diante disso, a suspeita foi questionado quanto ao que seu filho havia dito, momento em que ela disse que desconhecia. A suspeita foi questionada acerca da localização da mala, momento em que afirmou que ela estaria em um hotel e que poderia levar os militares até o local.

Após o atendimento, os militares foram ao hotel em que haviam deixado as malas e após buscas foram localizados cinco cartuchos de munições calibre 38 intactas, 12 pacotes pequenos contendo vários comprimidos de cor azul semelhantes a ecstasy, um saquinho contendo ecstasy em pó de cor azul e seis saquinhos sujos com ecstasy azul semelhante. Quando a guarnição localizou os materiais o filho da suspeita falou novamente para os militares que os materiais localizados na bolsa não pertenciam a sua genitora, como se tivesse sido orientado previamente. Diante dos fatos os suspeitos foram presos e conduzidos a delegacia de Polícia Civil.


  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
Fonte e Fotos: ASCOM 10ª RPM

Patos Notícias


Patos Notícias