Dupla que teria provocado tragédia na BR-365 é autuada pela Polícia Civil

Ambos devem ser encaminhados para o Presídio Sebastião Satiro.

Igor Nunes
30/09/2019 - 20h18

Dupla que teria provocado tragédia na BR-365 é autuada pela Polícia Civil

A Polícia Civil ratificou no fim da tarde desta segunda-feira (30/09) a prisão em flagrante de Bruno Amaral Carneiro e Bruno Xavier Coelho. Ambos foram indiciados por causar o acidente com uma carreta e um ônibus na BR-365 na noite anterior. A batida provocou a morte de quatro pessoas e deixou 27 feridos. 

Segundo o delegado de Polícia Civil, Érico Rodovalho, a dupla alegou ao delegado que retornavam de uma confraternização de amigos na região rural de Lanhosos. Eles disseram que seguiam pela estrada de terra e não perceberam que estavam se aproximavam da rodovia. Ao perceber que estavam chegando na pista pavimentada, eles tentaram frear, mas o carro derrapou e parou dentro da rodovia. 

O ônibus então bateu no parachoque dianteiro do carro, invadiu a pista contraria e bateu contra a carreta. 

Os dois jovens alegaram ainda que saíram do local no intuito de pedir socorro, negando que evadiram do local sem prestar socorro. “Em contato com testemunhas, chegamos a conclusão que eles evadiram do local sem prestar socorro”, concluiu o delegado. 

O condutor do acidente, Bruno Amaral, teve prisão ratificada por homicídio culposo na direção de veículo automotor sob a influencia de álcool. Além disso pelo fato de ter evadido do local sem prestar socorro. 

Já o outro envolvido, que conduzia o carro no momento da abordagem policial, Bruno Xavier, foi preso por embriaguez ao volante e por ter evadido de local de acidente sem prestar socorro. 

Erico disse que, neste caso, não cabe ao delegado arbitrar fiança. Ambos foram autuados pelo delegado de plantão e podem ser encaminhados ao Presídio Sebastião Satiro a qualquer momento, onde devem aguardar uma decisão judicial.


  • Galeria