Caminhonete furtada em Serra do Salitre é recuperada em Uberaba e suspeitos de adulterar veículos são presos

Um dos envolvidos morreu enquanto fugia da polícia após capotar o veículo furtado.

Caio Machado
19/09/2019 - 15h44

Caminhonete furtada em Serra do Salitre é recuperada em Uberaba e suspeitos de adulterar veículos são presos Foto: Arquivo

Noite desta quarta-feira (18), uma caminhonete que havia sido furtada no município de Serra do Salitre foi recuperada e sete suspeitos de operarem uma oficina clandestina de adulteração de veículos foram presos em Uberaba. Um dos envolvidos morreu enquanto fugia da polícia.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 21h uma pessoa acionou a Polícia Militar (PM) informando que um veiculo Toyota Hilux de cor prata e placas de Rio Paranaíba, que havia sido furtado estava em uma residência na Rua Sérgio Pereira Dias, no Bairro Jardim Inuberaba.

Ao chegar nas proximidades local, os militares encontraram o veículo trafegando em alta velocidade e iniciaram a perseguição do mesmo. Durante a fuga, os ocupantes da caminhonete efetuaram disparos contra os policiais, que também revidaram.

Os suspeitos fugiram em direção ao Bairro Jardim Maracanã e ao passar pela Avenida Adail Gomes Ferreira, o motorista perdeu o controle direcional em um desnível de uma via não pavimentada, capotou o veículo e chocou-se num poste.

No interior da caminhonete, a PM encontrou o suspeito Luiz Alberto Tiago, vulgo “Betim Zaroi”, 34, com um sangramento na cabeça. O Samu foi acionado e após a chegada de uma equipe, foi constatada a morte do suspeito, velho conhecido no meio policial por crimes de furto e roubo.

A perícia da Polícia Civil chegou ao local para averiguar o incidente e um revólver calibre .22 com seis munições intactas e duas deflagradas foram encontradas no interior do automóvel. Uma equipe da Cemig foi acionada para efetuar os reparos na rede elétrica.

Em posse de chaves encontrado no corpo do suspeitos, a PM deslocou até o local da denúncia e abriu o portão do imóvel. Ao entrar, depararam com os suspeitos Fábio César Pereira, 38, Daiane Beatriz Vieira, 31, Fernando Damante Garcia, 48 e Lucas de Paula da Silva, 25, na sala da casa.

Os suspeitos Maurício Neto Carneiro, 43, Arthur Augusto Silva, 26, Leandro Pereira da Silva, 34, conhecidos no meio policial, foram flagrados em um cômodo escondido nos fundos e tentaram fugir dos policiais, sendo contidos por meio de força física e algemados.

Durante buscas na casa, a PM encontrou diversos objetos utilizados na adulteração de veículos, como placas, rolos de arame, lacres, além de dinheiro, cheques e um veículo Honda Civic, com placas de São Paulo, possivelmente adulterado.

Foi constatado que havia um mandado de prisão oriundo do Estado de São Paulo em desfavor do suspeito Fernando Damante Garcia, que relatou aos militares ser o responsável pelo local onde funciona uma oficina clandestina de adulteração de veículos.

Diante dos fatos, os objetos foram apreendidos e os suspeitos foram conduzidos para a delegacia por suspeita de formação de quadrilha.