Motocicleta furtada é encontrada queimada no Bairro Afonso Queiroz; suspeito de furtar é PM em Matutina

O militar estava fora do flagrante e foi liberado.

Igor Nunes
16/09/2019 - 16h18

Motocicleta furtada é encontrada queimada no Bairro Afonso Queiroz; suspeito de furtar é PM em Matutina

Uma motocicleta Honda/CBR 600RR foi localizada pela Polícia Militar toda queimada no início da madrugada deste domingo (15/09) no Bairro Afonso Queiroz. O veículo avaliado em 35 mil reais foi furtado após um suposto comprador pedir para dar uma volta. Um soldado da Polícia Militar é suspeito do crime. Um casal que seriam proprietários da moto teriam sido levados para a Delegacia de Polícia Civil após agredi-lo.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o policial andava pelo Bairro Eldorado quando um casal desceu de um carro chamando ele de “ladrão”, momento que passou a agredi-lo. Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o militar havia sido reconhecido pelo casal como a pessoa que negociou a motocicleta e desapareceu com o veículo, afirmando que a levaria numa oficina.

O policial a princípio negou as informações, porém o casal apresentou imagens da motocicleta sendo transportada na caçamba de uma picape, que pertence ao pai do policial, que também é militar e está na reserva. Gutemberg Prazeres Araújo, proprietário da moto, e uma advogada, acusaram o militar como sendo a pessoa que teria negociado e desaparecido com o veículo.

O soldado Warley Ferreira de Magalhães, de 28 anos, disse que usou a caminhonete do pai para transportar a churrasqueira e uns paletes para um amigo. A Polícia Militar foi até este amigo que negou a afirmação, dizendo não compactuar com tal situação.

Os policiais voltaram a questionar o soldado da PM que então disse que transportou uma motocicleta para um conhecido chamado Luciano Rodrigues. Indagado sobre quem seria tal pessoa, ele não soube responder detalhes, dizendo que o conhecia de grupos de motociclistas.

Ainda de acordo com a ocorrência, o militar disse que levou a motocicleta e o suposto Luciano Rodrigues até o Bairro Afonso Queiroz, no local conhecido como “Vistas”, onde desembarcou a moto. Ele teria visto um incêndio pouco depois de deixar o suposto conhecido no local.

Os policiais foram até o local indicado por Warley e encontraram o veículo todo queimado. O veículo foi removido para o depósito credenciado ao Detran/MG. O militar estava fora do flagrante e foi liberado. Ele é lotado na cidade de Matutina e estava de férias.

De acordo com o tenente-coronel Rogério, a PM não coaduna com casos de desvios de conduta e afirmou que o soldado Warley será submetido a um processo administrativo disciplinar e terá o direito de se defender. Se comprovado o desvio de conduta, o suspeito poderá ser expulso da PM, além de responder pelo crime na justiça.


  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria