Acusado de dupla tentativa de homicídio é condenado a 12 anos de prisão

Os crimes foram praticados por Celismar Cardoso de Oliveira no dia 20 de maio de 2018 no Forró do “Fazendão”.

23/08/2019 - 09h45

Acusado de dupla tentativa de homicídio é condenado a 12 anos de prisão

Celismar Cardoso de Oliveira, acusado de tentar matar a ex-companheira, Gislene Alves Caixeta Rodrigues, e o desafeto João Eustáquio da Silva, foi a julgamento na tarde desta quinta-feira (22), no salão do Tribunal de Júri do Fórum Olympio Borges. Os crimes aconteceram no dia 20 de maio de 2018 no Forró do “Fazendão”.

De acordo com os autos do Ministério Público, a motivação dos crimes foi ciúmes. Celismar não por não aceitar o fim do relacionamento com Gislene e por ter visto ela com o namorado na casa de shows.

No dia, ao perceber que as vítimas estavam no Forró, Celismar saiu do local, foi até a casa em que reside e retornou com uma faca. Em certo momento, desferiu golpes contra as vítimas. Após algumas horas de julgamento, Celismar Cardoso de Oliveira foi condenado a 12 anos de prisão em regime fechado por dupla tentativa de homicídio, sendo 6 anos para cada crime.


  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
Fonte e fotos: Toninho Cury