Roubo de iPhone: A iTecPro traz algumas dicas para que seu iPhone não seja roubado

A empresa especialista em iOS fornece dicas de segurança para proteger seu iPhone

Eder Luiz
14/05/2019 - 16h21

Roubo de iPhone: A iTecPro traz algumas dicas para que seu iPhone não seja roubado

Fenamilho chegando, nós da iTecPro, verificamos que, roubo de smartphones passou de um simples roubo para sinistras ações planejadas de quadrilhas que se especializaram nesse tipo de crime em grandes festas, festivais ou qualquer outro evento onde se tem uma grande aglomeração de pessoas. Infelizmente, essa é a época do ano em que mais se rouba smartphones em nossa cidade.
 
No Brasil, mais de 12 milhões de celulares foram bloqueados a pedido dos próprios usuários por conta de roubo, furto ou perda, segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) em 2018.
 
Hoje percebemos que nossos queridos iPhones chegaram a valores jamais imagináveis a algum tempo, alguns chegando a 10 mil reais. Posto isto, desenvolveu se no submundo do crime em grandes centros comerciais movimentando um mercado paralelo de aparelhos para revenda e retirada de peça. Para se ter uma ideia, um iPhone SX Max bloqueado (iCloud) é vendido no mercado livre a 3 mil reais, mas por que esse alto valor? São vendidos para retirar seus componentes, hoje um iPhone que custa 5mil reais funcional e operando, o mesmo pode chegar ao dobro disso para retirada de componentes.
 
Mas vamos ao que interessa, deixaremos aqui algumas dicas que podem diminuir drasticamente o alto índice de roubo de iPhone na Fenamilho ou em qualquer outro evento.
 
Dica 1: Verifique se seu iPhone está com a função ‘’Buscar iPhone’’ ativa
 
O principal e inviolável sistema de segurança de seu iPhone é o iCloud, dentre suas funções está o Buscar iPhone que uma vez ativo, o iPhone pode ser rastreado quando perdido ou roubado. No site da Apple contem algumas dicas sobre o uso do iCloud.
 
Dica 2: Utilize uma senha segura para bloquear seu iPhone.
 
De fato é muito importante escolher uma senha com um grau de dificuldade maior para impossibilitar o acesso ao sistema e seus dados.
 
Dica 3: Jamais configure seu numero de seu celular para uma autenticação em dois fatores
 
Hoje as autenticações em dois fatores estão presentes em diversas plataformas, sites de acesso restrito e redes sociais, mas não compreender como esse sistema funciona pode com certeza contribuir para que invasores consigam redefinir sua senha, simplesmente por que se tem acesso ao numero para redefinir, pode alterar a senha de forma fácil. O ideal é utilizar um numero de algum parente como de um filho, esposa, marido etc...
Compreenda mais sobre sobre a autenticação em dois fatores no ID no site da Apple. 
 
Dica 4: Mantenha os dados moveis ativos 
 
Quando em locais de risco mantenha os dados moveis ativos, assim se perdido ou roubado for, você poderá rastrear seu iPhone utilizando o App Buscar de outro iPhone, mas só será possível rastrear e localizar se ele estiver conectado a internet. Felizmente a Apple está desenvolvendo tecnologia para que se localize o iPhone mesmo sem internet .
 
Dica 5: (Principal) Mantenha se seguro
 
Essa dica é para você, todas essas dicas acima são para, dificultar o acesso e rastrear seu iPhone, mas isso não impede o furto ou roubo, o que impede de fato são as medidas de segurança adotadas por você de forma consciente. 
 
Segue algumas medidas de segurança para você.
 
• Evite aglomerações 
• Evite usar seu smartphones sem necessidade
• Mantenha sempre seu smartphone em locais seguros, evitando bolsos traseiros e ou de fácil acesso.
• Baixe o brilho da tela para não chamar atenção de bandidos.
• Desconfie de pessoas próximo a você 
• E ultima e mais importante, posto que na grande maioria das vezes, essas quadrilhas especializadas escolhem pessoas vulneráveis, e quando embreagadas essas se tornam a vitima perfeita, evite sempre o alto abuso.
 
Essas dicas, com certeza, não vão te deixar imunes à todas as possibilidades envolvidas em roubos de smartphones, mas com certeza vão te proteger da maioria dos incidentes. E nunca esqueçam de registrar o Boletim de Ocorrência. Pode ser feito de forma online ou indo a delegacia mais próxima. Isso é importante para investigação e para que se tomem providências que diminuam a estatística de roubos de smartphones.
 
INFORME PUBLICITÁRIO

  • Galeria