Três pessoas são conduzidas para a delegacia por tráfico de drogas em Patos de Minas

A Polícia Militar buscava encontrar um aparelho celular furtado quando chegou até o local, considerado ponto de tráfico de drogas.

Igor Nunes
20/04/2019 - 12h38

Três pessoas são conduzidas para a delegacia por tráfico de drogas em Patos de Minas

Um rapaz de 24 anos foi preso por tráfico de drogas na madrugada desde domingo (20/04). A prisão aconteceu na Rua Miguel Americano Bicalho, no Bairro Cristo Redentor. A Polícia Militar chegou até os suspeitos após realizar rastreamentos para tentar localizar um celular que havia sido furtado no terminal rodoviário. O aparelho não foi localizado. 
Segundo informações do boletim de ocorrência, durante rastreamentos para tentar localizar o aparelho furtado, os policiais receberam informações que o crime teria sido cometido por um rapaz, já conhecido no meio policial. Este suspeito estaria tentando trocar o aparelho por droga em diversas “bocas de fumo”, uma delas na Rua Miguel Americano Bicalho. 
Diante da denúncia, os policiais foram até o local e encontraram o portão e a porta da sala aberta. Ao entrar na casa, os policiais depararam com o suspeito Luiz Filipe da Cruz, de 24 anos, arremessando um invólucro pela janela, para tentar despistar os policiais. Outros dois frequentadores da casa, de 24 e 26 anos, demostraram bastante nervosismo. Eles alegaram que estavam na casa somente para o consumo de drogas. 
Diante das atitudes apresentadas, os policiais entraram na residência e localizaram no quintal, embaixo da janela, um plástico transparente embrulhando uma pedra grande de uma substância parecida com Crack. Durante buscas na residência, os militares encontraram um plástico preto em cima de um banco na copa contendo 80 pedras e diversas pedras miúdas de substância análoga a crack. Também foi encontrado no mesmo cômodo, em um rack, debaixo de um pano a quantia de R$ 835,50 em dinheiro e moedas. Em um prato no mesmo cômodo foi encontrado uma porção de uma substância amarelada que Luiz Felipe diz ser crack com comprimido.
Durante toda a ação, o aparelho celular não foi localizado. Ainda de acordo com a Polícia Militar, o suspeito Luiz Felipe confirmou ser o proprietário das drogas. Ele disse que o suspeito do furto não esteve na casa e que não sabe sobre nenhum celular. Os três envolvidos foram levados para a delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido. Rastreamentos continuam para tentar localizar o autor do furto, bem como o aparelho.

Fotos e informações: Toninho Cury