Homem é preso por suspeita coagir mulher a manter relações sexuais em Presidente Olegário

O incidente ocorreu nesta última quarta-feira (10).

11/04/2019 - 09h55

Homem é preso por suspeita coagir mulher a manter relações sexuais em Presidente Olegário

Uma ocorrência inusitada foi registrada em Presidente Olegário, nessa quarta-feira (10). Coagida a trair o marido e ameaçada, uma mulher decidiu levar o caso até a Polícia Militar (PM).

Segundo o boletim da Polícia, um rapaz disse que mataria o esposo e os filhos da vítima, caso ela se recusasse a fazer sexo com ele. Em depoimento, a mulher confirmou que manteve relações sexuais com o suspeito e, na sequência, contou ao marido. O casal esteve na delegacia e o acusado preso e liberado, após prestar depoimento.

Ainda de acordo com a ocorrência, tudo começou em um grupo de WhatsApp, onde a mulher conheceu o suspeito. Depois, eles trocaram mensagens em modo privado. Assim começaram as ameaças, segundo versão da vítima.

Coagida e com medo, a mulher cedeu à vontade do suspeito e disse, na delegacia, que na quarta-feira (10), os dois mantiveram relações sexuais. Em seguida, ela decidiu contar ao marido, que a orientou a registrar um boletim de ocorrência.

Após o depoimento do casal, os militares partiram em busca do acusado. Ele foi preso em uma Praça e conduzido para a delegacia. Para os policiais, o suspeito negou as acusações e disse não ter ameaçado a mulher.

Ele afirmou, ainda, que mantinha um caso com a vítima desde segunda-feira, dia 8 de abril. Além disso, também contou que os dois se encontravam regularmente, pois a mulher dizia estar se separando do esposo.

O celular do acusado foi recolhido pelos militares, pois o homem afirmou ter fotos e vídeos que comprovavam o caso.

Fonte: Toninho Cury
Foto: Arquivo