Primeiro LIRAa de 2019 aponta Médio Risco de Infestação da Dengue em Patos de Minas

Durante estes três dias os Agentes de Combate às Endemias (ACE) visitaram 4.092 imóveis.

29/01/2019 - 16h21

Primeiro LIRAa de 2019 aponta Médio Risco de Infestação da Dengue em Patos de Minas

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através do Programa Municipal de Combate à Dengue (PMCD), realizou o terceiro Levantamento Rápido de Índice do Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, entre os dias 22 e 24 de janeiro. O resultado foi de 2,1, considerado Médio Risco pela classificação do Ministério da Saúde. Durante estes três dias os Agentes de Combate às Endemias (ACE) visitaram 4.092 imóveis em todos os bairros do Município.

Durante as visitas para recolhimento das amostras, os ACE levaram informações à população e encontraram muitos recipientes com presença de larvas e pupas. Esse material foi encaminhado ao laboratório para análise.

De acordo com a Coordenadora do PMCD, Danielle Cristine Nunes, foram encontradas larvas em quase todos os bairros da cidade. Os principais criadouros são recipientes que estavam servindo de depósito de água e colaborando para a proliferação das larvas do mosquito, como tambores, baldes, pratos e vasos de planta, além de pneus.

Após o resultado do LIRAa, o PMCD vai elaborar estratégias de trabalho, intensificando ações como os mutirões, campanhas educativas e continuidade às visitas domiciliares, principalmente nos bairros em que houve maior incidência dos focos do mosquito. “Combater o Aedes aegypti é dever de todos, a colaboração da população é fundamental. O intuito de todo o trabalho realizado pela equipe do Programa Municipal de Combate à Dengue é promover a saúde da população”, destacou Danielle.

Fonte e Fotos: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Patos de Minas