Militares da aeronáutica apuram causa da queda de aeronave em Patos de Minas

A investigação ainda não possui previsão de término.

Caio Machado
05/11/2018 - 17h04

Militares da aeronáutica apuram causa da queda de aeronave em Patos de Minas

Na tarde desta segunda-feira (05), dois militares do Seripa (Serviços Regionais de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) iniciaram as investigações para apurar o motivo da queda de uma aeronave experimental em Patos de Minas.

A queda do avião ocorreu na manhã último domingo (04), no trajeto de pouso de aviões no Aeroporto de Patos de Minas e tirou a vida de um casal de médicos e três filhos. Foi apurado que a nave caiu de cabeça para baixo e que houve vazamento de combustível.

Segundo o Coronel Paulo Santos do Seripa III, a ação inicial da investigação é a de virar a aeronave e recolher combustível e óleo para análises posteriores, em seguida será feita a verificação do motor e da superfície do avião experimental.

O trabalho de recolhimento de evidências feito pelos militares da Seripa, que ainda não possui previsão de término, contou com o apoio de um produtor rural da região, que emprestou um trator para desvirar o avião.

Santos afirmou que mesmo se tratando de um veículo experimental, a aeronave era tão segura quanto qualquer outro avião. Após o trabalho de perícia, as peças restantes da aeronave serão entregues aos familiares das vítimas que encaminharão os destroços para a seguradora.

Foi constatado que a aeronave possuía combustível no momento da queda e os peritos não descartam a possibilidade de pane seca. A aeronave não possuía nenhum tipo de dispositivo de gravação de vozes ou de dados, o que facilitaria na apuração do acidente.

O locutor de rodeios Edson Junio estava no local e testemunhou a queda do avião. “Percebi que o avião voava baixo, ouvi um barulho do motor sendo desligado e só consegui ver a aeronave fazendo piruetas no ar antes de cair”, detalhou.

Junto de um amigo, Edson foi o primeiro a chegar no local e encontrou as quatro vítimas sem vida. “Percebemos que o casal e as duas crianças haviam falecido, não imaginávamos que havia uma criança entre as bagagens do avião”, disse o locutor.

 

Leia mais:

Aeronave cai próximo ao aeroporto e mata cinco pessoas


  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
Fotos: Paulo Barbosa
Reportagem: Igor Nunes