Aeronave cai próximo ao aeroporto e mata cinco pessoas

Um casal de médicos e três crianças são as vítimas deste grave acidente aéreo.

Igor Nunes
04/11/2018 - 12h37

Aeronave cai próximo ao aeroporto e mata cinco pessoas

Uma aeronave de pequeno porte caiu no fim da manhã deste domingo (04/11) na zona rural de Patos de Minas. O acidente aéreo aconteceu próximo ao trevo da BR-354, que dá acesso ao Aeroporto Municipal de Patos de Minas. Cinco pessoas estavam na aeronave experimental prefixo PR-ZMZ, modelo RV-10, de fabricação 2013 da Flyer Industria Aeronáutica. A aeronave decolou em Brasília (DF) e estava a caminho de Varginha (MG).

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Perícia da Polícia Civil estiveram no local para fazer a retirada dos corpos e dar início das investigações para descobrir a queda do acidente. De acordo com o delegado regional, Luís Mauro Sampaio, a Cenipa - Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, é quem ficará responsável pelas investigações. O perito esteve no local e fez fotos para ajudar no trabalho dos militares da aeronáutica, responsáveis pelo CENIPA.

Os militares do Corpo de Bombeiros fizeram a retirada dos corpos, que ficaram presos às ferragens. Segundo o tenente Inivaldo, a princípio era possível visualizar apenas quatro mortes, sendo dois adultos e duas crianças. A quinta vítima só foi confirmada após a retirada da mulher e das duas crianças. Ela estava atrás do banco traseiro.

Um piloto que estava no aeroporto de Patos de Minas viu o momento que a aeronave passou perto da pista de pouso. Segundo ele, era possível ver que o voo não estava estável, o avião estava baixo e rápido demais. Ele disse ainda que o avião desapareceu e foi possível ouvir o barulho da queda. “É um voo atípico pelo que conhecemos, então a gente percebe que algo estava anormal”, disse Edvar Marques da Costa.  

Edvar disse que a impressão é que havia algo errado e que a aeronave estava em situação de pane. Eles acham que o piloto estava procurando uma possibilidade de pouso. “Estava algo muito delicado, então ele (piloto) não conseguiu com êxito este pouso”, ressaltou.

Os corpos foram levados para o IML – Instituto Médico Legal de Patos de Minas. As vítimas foram identificadas como os médicos radiologistas Marcos Nogueira Chagas, 45 de anos, e Carla Giannine Pereira Medina, de 44 anos. As crianças a princípio seriam os filhos do casal, porém não havia documentos na aeronave para identifica-los. O irmão de Marcos está a caminho de Patos de Minas para ajudar na identificação das crianças.

 


  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria