Cinegrafista é preso por posse de munições de uso restrito

Os policiais também encontraram pinos que, comumente, são usados para embalar drogas.

Toninho Cury
21/10/2018 - 08h55

Cinegrafista é preso por posse de munições de uso restrito

Nesta tarde de sábado (20-10), a Polícia Militar cumpriu um mandando de busca e apreensão em uma residência que fica na rua Jacarandás, Bairro alto da colina e o resultado foi a prisão de um rapaz de 29 anos e a apreensão de dezenas de munições e vários pinos que, comumente é utilizado para embalar drogas.

A Polícia Militar recebeu a informação que Fábio Junio de Oliveira Paes estaria guardando alguns materiais ilícitos na casa onde reside e que os materiais pertenciam a um indivíduo bastante conhecido do meio policial, que atualmente está recolhido no presídio Sebastião Sátiro pelo crime de tráfico de drogas.

De posse de um mandado de busca e apreensão, os militares deslocaram na casa onde a princípio não encontraram o alvo. Em conversa com a mãe de Fábio, após ser cientificada dos fato, a mesma autorizou a entrada dos militares na casa.

Durante as buscas, no quarto de Fábio, os militares encontraram dentro da gaveta do guarda roupas enrolados em uma meia 17 munições intactas calibre .40, em cima do quarda roupas uma caixa com 50 munições intactas calibre 22 e ainda embaixo do quarda roupas dois sacos plásticos contendo vários pinos, que muitas vezes são utilizados para embalar cocaína, inclusive alguns com resquícios de um pó branco semelhante a cocaína.

Durante os trabalhos, Fábio Junio compareceu na casa onde recebeu a ordem de prisão. Questionado sobre os materiais encontrados, Fábio Junio disse para os militares que há cerca de um mês encontrou uma mochila na entrada da Praça Céu com os materiais e a guardou em  casa, não sabendo quem poderia ser o proprietário. 

Diante dos fatos, Fábio Junio de Oliveira Paes, 29 anos foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil e os materiais apreendidos.