Monólogo cubano e espetáculo infantil patense são destaques no VI Festival Nacional de Teatro de Patos de Minas

Os patenses prestigiaram as peças teatrais “A Princesa Diva, Adivinha” e “De Paris, un Caballero”.

11/10/2018 - 10h09

Monólogo cubano e espetáculo infantil patense são destaques no VI Festival Nacional de Teatro de Patos de Minas

A primeira noite de apresentações do VI Festival Nacional de Teatro de Patos de Minas – II Mostra Internacional atraiu centenas de patenses que prestigiaram os espetáculos realizados na Praça do Coreto e Paiolão nesta última quarta-feira (10).

Dirigida por Marcos Nepomuceno, o espetáculo “Princesa Diva, Adivinha” foi encenado pelo Grupo Primeiro Ato de Patos de Minas às 18h30min na Praça do Coreto. Escrita por Perpétuo Peralta, a peça infantil retrata a trajetória de uma princesa que busca encontrar um pretendente por meio de um concurso de adivinhações.

Participaram da peça os atores Ana Carolina Nakao, Arlley de Brito Magalhães Sousa, Clara Araujo Caixeta Vieira Lima, Eduarda Ferreira Furtado Gomes, Gustavo Campos D’Avila, Luís Fellipe Borges Braga, Marcos Vinicius Barbosa de Oliveira, Maria Antônia Borges de Almeida, Maria Eduarda Lima, Melissa Rafaela Alves de Souza, Sérgio Gabriel Monteiro de Brito, Vinícius Francisco de Paula Bicalho, Vitória Fernandes Soares Vita e Yasmin Marcelle Pereira de Moura.

O segundo espetáculo foi o monólogo do ator cubano Jose Antonio Alonso “De Paris, Un Caballero”, encenado às 21h no Paiolão do Parque de Exposições. Realizado pela companhia Teatro del Caballero, a narrativa da peça é sobre um viajante cubano que sai em busca da felicidade.

Com intrínseca atuação do ator Jose, que rompeu a barreira entre os idiomas português e espanhol, a plateia instigada, conseguiu sorrir, se angustiar e finalmente, se emocionar. Durante os agradecimentos, o cubano afirmou que a maior beleza da felicidade não está na localização ou no idioma, e sim no interior de cada pessoa.

Nesta quinta-feira (11), no VI Festival Nacional de Teatro de Patos de Minas – II Mostra Internacional, o público assistirá os espetáculos patenses “Para onde vão os guarda-chuvas?”, do Grupo APOENA, às 18h30min, e “O homem que não sabia sorrir”, do Grupo Tupam, às 20h30, ambos no Paiolão do Parque de Exposições. Os espetáculos são gratuitos e livres.


  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
Texto e fotos: Caio Machado