Após discussão em bar, homem vai em casa, pega revolver e atira em desafeto

A vítima foi atingida na região lombar e foi socorrida em estado grave para o hospital.

Toninho Cury e André Amâncio
11/09/2018 - 21h40

Após discussão em bar, homem vai em casa, pega revolver e atira em desafeto

Um homem de 32 anos foi socorrido ao Hospital Regional Antônio Dias na noite dessa terça-feira (11/09), após ser vítima de disparos de arma de fogo. Um amigo da vítima que estava no momento dos disparos conseguiu fugir e não foi atingido. Logo após o crime, a PM prendeu o autor Ronaldo Antônio de Oliveira, de 38 anos, e apreendeu um revólver com munições deflagradas e uma intacta.

Segundo as informações, a vítima relatou que mais cedo, estava em um bar próximo à praça do Mercado Municipal fazendo uso de bebidas alcoólicas. Ao ir sair do local, houve um desentendimento com a vítima Bruno César Queiroz Silva, 32 anos, e o amigo dela, Júlio Luís de Melo, 38 anos, mas conhecido como “índio”.

Ainda segundo o autor, após o desentendimento, saiu do local e foi embora para casa, deixando para trás dois saquinhos de café. Ao retornar para procurar o café, encontrou os desafetos na rua que fica entre o posto e o mercado municipal. De imediato, Ronaldo sacou uma arma e abriu fogo contra a dupla. Ao todo foram cinco disparos. Um dos tiros acertou a região lombar de Bruno César Queiroz Silva. Índio, que é amigo de Bruno, não foi atingindo. Uma unidade do SAMU socorreu a vítima para o Hospital Regional Antônio Dias em estado grave.

Logo após o crime a Polícia Militar foi acionada e iniciou os rastreamentos, conseguindo localizar o suspeito no cruzamento da Rua Major Jerônimo com Rua João Gabriel Ferreira, no Centro. Com ele, os militares apreenderam um revólver com munições cinco deflagradas e uma intacta. A arma estava com numeração intacta, porém não tinha registro. 


  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
  • Galeria
Fotos e informações: Toninho Cury