Patos de Minas participa do Segundo Encontro para a Elaboração do Plano Decenal de Políticas para as Mulheres

Os objetivos deste segundo encontro foram priorizar e analisar as propostas da Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres dos Movimentos Sociais.

26/02/2018 - 17h05

Patos de Minas participa do Segundo Encontro para a Elaboração do Plano Decenal de Políticas para as Mulheres

Na última sexta-feira (23), na Fundação João Pinheiro em Belo Horizonte, ocorreu o Segundo Encontro para a Elaboração do Plano Decenal de Políticas para as Mulheres no Estado de Minas Gerais. Neste evento Patos de Minas foi muito bem representada pela coordenadora do Centro de Referência da Mulher, Gislene Pereira Araújo.

Os objetivos deste encontro foram priorizar e analisar as mais de 350 propostas da Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres dos Movimentos Sociais, como as feministas, LGBTs, comunidades ribeirinhas, indígenas, quilombolas do campo e das florestas, privadas de liberdade, ciganas, dentre outras.

Para o Plano Decenal, será realizado um consolidado e uma reescrita das propostas com frases mais claras e objetivas, possibilitando um melhor entendimento e execução. Foi apresentado também o portal Participa.MG, plataforma digital para debates de políticas públicas no estado de Minas Gerais, com o intuito de fortalecer a discussão e valorizar a participação popular.

O próximo encontro para a continuação da elaboração do Plano Decenal de Políticas para as Mulheres acontecerá no dia 03 de abril. A proposta de trabalho em grupos foi distribuída em quatro eixos, sendo:

Eixo 1 - Desenvolvimento Econômico Sustentável e Autonomia Econômica das Mulheres
Eixo 2 -Enfrentamento à Violência contra as Mulheres
Eixo 3 - Construção de Relações Igualitárias de Gênero e Ampliação da participação Política das Mulheres
Eixo 4 - Direitos sexuais e Reprodutivos


  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
Fotos e informações: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Patos de Minas