Sindicalistas e manifestantes patenses aderem à greve geral contra reformas do governo

A Polícia Militar estima que até o momento, 350 pessoas encontram-se na Praça do Coreto.

Caio Machado
28/04/2017 - 10h00

Sindicalistas e manifestantes patenses aderem à greve geral contra reformas do governo

Nesta sexta-feira (28), manifestantes e sindicalistas de diversas categoriais de Patos de Minas aderiram à greve geral – que ocorre simultaneamente em todo o país - em protesto a reforma trabalhista e previdenciária proposta pelo Governo Federal.

A manifestação teve início às 9h da manhã Praça do Coreto em Patos de Minas. Representantes de diversos sindicatos públicos e privados estiveram presentes.

Organizada pelo SindUTE (Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais) e contando com o apoio da CUT (Central Única dos Trabalhadores), a manifestação se estendeu em uma passeata pelas principais ruas da cidade.

A Polícia Militar estima que 350 pessoas estiveram concentradas na Praça do Coreto e que 450 saíram em passeata.

Os militares reforçaram a segurança dos manifestantes prestando apoio logístico ao trajeto que percorreu a Avenida Getúlio Vargas e as ruas Marechal Floriano, Major Gote e Tenente Bino.


  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias
  • Galeria
  • Galeria
  • Patos Notícias