Encontro de Gestão da Pecuária de Leite

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) realiza no dia 29 de abril, em Uberlândia, o Encontro sobre Gestão da Pecuária.

Assessoria de Comunicação da Emater-MG
13/04/2015 - 14h49

Encontro de Gestão da Pecuária de Leite

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) realiza no dia 29 de abril, em Uberlândia, o Encontro sobre Gestão da Pecuária. Na oportunidade serão apresentados os resultados do projeto "Assistência técnica e avaliação econômica da produção de leite em propriedades familiares da microrregião de Uberlândia (MG)", conduzido pelo pesquisador Djalma Pelegrini. A importância do registro de receitas e despesas e de outras metodologias para a adoção de um sistema racional de gestão de custos também será destacada.

Realizado entre fevereiro de 2012 e outubro de 2014, o projeto - financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas (Fapemig) - prestou assistência técnica e analisou os sistemas de produção de leite adotados por produtores familiares nas microrregiões de Uberlândia e Patos de Minas. Durante esse período, visitas técnicas e dias de campo permitiram a interação entre pesquisadores, técnicos e produtores. "Temos dados de 30 propriedades rurais da microrregião de Uberlândia, e outras 10 propriedades rurais da microrregião de Patos de Minas. São propriedades com área média de 33,6 hectares, nas quais a produção foi de cerca de 280 litros de leite/dia, durante o ano de 2013", informa Djalma.

Dados relativos à produção e produtividade, características do rebanho (fertilidade, produção de leite por vaca) margem bruta, margem líquida, lucratividade e rentabilidade foram avaliados de modo a identificar a eficiência produtiva. A partir daí, formas de otimizar a produção foram sugeridas. "Conseguimos, com nosso trabalho, que alguns produtores passassem a suplementar suas vacas com rações e praticar duas ordenhas diárias. Contudo, o maior benefício aos produtores foi a adoção do registro de receitas e despesas", acrescenta o pesquisador.

Djalma destaca que a metodologia de pesquisa adotada pode ser utilizada em qualquer região produtora de leite, sob a supervisão de um técnico que tenha conhecimento sobre a aplicação dos indicadores. "Não temos dados precisos sobre indicadores econômicos da produção de leite de outras regiões do Estado, como os que obtivemos na região analisada, mas acredito que existam vantagens comparativas regionais, relacionadas à facilidade de mecanização (cultivo de forrageiras), preço de milho e soja (componentes de rações), e outros".

O Encontro de Gestão da Pecuária discutirá também outras ferramentas de gestão e metodologias já empregadas para a análise de despesas e receitas nas propriedades rurais e para a identificação dos sistemas de produção de leite mais eficientes e melhores estratégias de cruzamento para os rebanhos. Os participantes do evento receberão o livreto "Gestão de custos na atividade leiteira", contendo informações sobre a metodologia e os resultados levantados nas microrregiões de Uberlândia e Patos de Minas.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na data e local do evento, a partir de 8h. Mais informações pelo email: [email protected]

Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias