Inseminador: uma profissão promissora no segmento do agronegócio brasileiro

Alta realiza curso de inseminação artificial em Patos de Minas

Assessoria de Comunicação da Alta
12/12/2014 - 10h05

Inseminador: uma profissão promissora no segmento do agronegócio brasileiro

A Alta – empresa de melhoramento genético – realiza no mês dezembro entre os dias 16 a 19, o curso de inseminação artificial em Patos de Minas. Para realizar as inscrições ou para obter mais informações, basta entrar em contato com Camila pelo número (34) 3821-0779 ou e-mail [email protected] 

Eis uma sugestão para quem busca uma oportunidade de emprego. Em algumas regiões, esta profissão está escassa e em outras, são realizadas por outros profissionais que fazem a inseminação e cuidam ao mesmo tempo de outras atividades na fazenda. Há estado que paga de dois a três salários mínimos, outros chegam a oferecer até R$ 1.500,00/mês mais prêmios por índice de prenhez ou contratam o profissional por período (estação de monta). “Cada região tem sua necessidade e é difícil fechar um salário. Mas é uma profissão que deve crescer muito nos próximos anos”, comenta o gerente técnico de leite da Alta, Reginaldo Santos.

Os resultados do trabalho dependem, em grande parte, de sua habilidade e de seu comprometimento profissional. Somente com responsabilidade, eficiência, interesse e equipamentos adequados, que o inseminador é capaz de desempenhar corretamente a função.

A Alta é a única empresa no segmento que promove cursos de inseminação artificial em todo território nacional. Atualmente, possui hoje 20 centros de treinamento e oferece cursos desde 2006. O conteúdo completo das aulas capacita o participante a realizar a inseminação artificial de maneira profissional. A programação inclui: anatomia e fisiologia do aparelho reprodutor da fêmea bovina; passo a passo da inseminação artificial; observação de cio em gado de leite e corte; manejo do botijão de sêmen; montagem do aplicador; descongelamento do sêmen, passagem do aplicador pela cérvix; visualização em DVD do processo de coleta e industrialização de sêmen; dentre outros. Mais informações acesse o site da www.altagenetics.com.br

O mercado cresce a cada ano e necessita de bons profissionais e de boas tecnologias. Para se ter uma ideia, o Brasil é um dos principais destaques do agronegócio no cenário global. De acordo com o Ministério da Agricultura, o país é dono do segundo maior rebanho do mundo, atrás apenas da Índia, onde a vaca é considerada sagrada.

São em torno de 210 milhões de cabeças de gado. Em 2010, o país produziu 24,5 bilhões de toneladas de carne bovina, suína e de aves. Para atender toda esta demanda, muitos pecuaristas e criadores têm investido em tecnologias como melhoramento genético para aumentar seu rebanho, sua rentabilidade e oferecer um melhor produto. Uma das alternativas mais avançadas e com resultados comprovados é a inseminação artificial.

Sobre a Alta - A Alta hoje é considerada uma das maiores e mais importantes centrais de coleta, processamento e distribuição de sêmen do mundo -  foi fundada no Brasil em maio de 1996, em Uberaba, Minas Gerais, sob o comando de Heverardo Rezende de Carvalho. Composta por mais de 130 colaboradores em sua Matriz em Uberaba, e mais de 700 em todo o país, a Alta do Brasil está localizada na BR 050 – km 164 -, num terreno de 110 hectares onde há mais de 12.000 m2 de construção. 

Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias