Servidores do IMA paralisam nesta terça-feira em busca de melhores salários

Todo atendimento ao público do Instituto Mineiro de Agropecuária está suspenso nesta terça-feira (13).

Igor Nunes
13/05/2014 - 23h59

Servidores do IMA paralisam nesta terça-feira em busca de melhores salários

Quem precisou dos serviços do IMA – Instituto Mineiro de Agropecuária nesta terça-feira (13) encontrou os servidores paralisados. Todos os 44 funcionários cruzaram os braços durante todo o dia pedindo melhores condições de trabalho e principalmente melhorias salariais. Os produtores rurais são os mais prejudicados com a paralisação.

Segundo o médico veterinário, Revalino Franklin Rodrigues, a paralisação tem como objetivo chamar a atenção do Governo do Estado para que seja retomado o processo de negociação que pretende cobrar o cumprimento de diversas reivindicações feitas pela categoria.

Ele explicou que através de carta enviada “ao Estado de Minas Gerais”, no dia 7 de maio, a Comissão de Negociação notificou o governador Alberto Pinto Coelho Júnior de que “foi deliberada pela categoria profissional a deflagração de ‘movimento de greve’”, sendo possível que os servidores suspendam “coletiva, temporária, pacífica, total ou parcialmente, a prestação pessoal de serviços de defesa sanitária animal e vegetal e a inspeção e fiscalização de produtos agropecuários no Estado de Minas Gerais”.

Na pauta de reivindicação, estão pontuadas questões relacionadas a aumentos salariais, revisão dos critérios de promoção na carreira, bem como dos valores concedidos a título de insalubridade, regulamentação e pagamento do adicional noturno e horas extras, entre outros tópicos.

Revalino explicou também que, caso não haja negociação com o Governo de Minas, os servidores estaduais pretendem paralisar completamente, o que pode prejudicar as exportações e compromete o estado de zona livre de Febre Aftosa em Patos de Minas.

A coordenadoria do IMA em Patos de Minas possui 10 seccionais, sendo Campos Altos, São Carmo do Paranaíba, Guarda-Mor, Lagoa Formosa, Presidente Olegário, São Gotardo, Tiros, Varjão de Minas e Vazante, além de uma na sede da coordenadoria. Ao todo, são 40 servidores estaduais, três estagiários e um contratado.

Os trabalhos serão retomados nesta quarta-feira (14). 

Fotos: Eduardo Santoro

Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias