Safra mineira de feijão deve alcançar 598,9 mil toneladas

Tecnologia e boas práticas de produção possibilitam expansão da produtividade em 15,8%.

12/05/2014 - 23h59

Safra mineira de feijão deve alcançar 598,9 mil toneladas

Minas Gerais deve colher 598,9 mil toneladas de feijão na safra 2013/14, conforme levantamento realizado pela Conab em maio, considerando os dados da terceira safra com base nos registrados no período 2012/13. De acordo com avaliação da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o volume previsto é 6% maior que o registrado na safra anterior. Além disso, a estimativa mostra que as lavouras mineiras respondem por 72% da produção de feijão  da Região Sudeste e por 16,8% da safra nacional. 
 
Segundo o secretário de Agricultura, André Merlo, “Minas ocupa a segunda posição no ranking brasileiro de feijão, atrás do Paraná, que responde por 890,5 mil toneladas e os dados da Conab evidenciam o empenho dos agricultores mineiros em aumentar a oferta do produto”. O levantamento mostra uma produtividade média de 1,6 tonelada por hectare nas lavouras de feijão do Estado, expansão de 15,8% em relação à safra 2012/2013.
 
“A utilização de tecnologia e as boas práticas de produção possibilitam a expansão do rendimento, apesar do recuo da área plantada de 419,7 mil hectares para 384,3 mil hectares”, ressalta.
 
O maior volume da safra mineira de feijão, segundo o IBGE, é colhido nas seguintes regiões: Noroeste (27,3%), Sul (16,6%), Alto Paranaíba (10,3%) e Norte (9,1%). No ranking da produção municipal, o primeiro colocado é Unaí, no Noroeste, com 99,1 mil toneladas. Os quatro seguintes estão localizados também na região: Paracatu (41,76 mil toneladas), Guarda-Mor (21,1 mil toneladas), Buritis (19,3 mil toneladas) e Bonfinópolis de Minas (14,9 mil toneladas).
 
Sorgo em expansão
 
As estimativas da safra 2013/14 são favoráveis também ao sorgo, que deve alcançar 547,3 mil toneladas, volume 16% superior ao registrado no período 2012/13. Segundo o secretário, no caso dessa cultura também se observa o crescimento da produtividade, que alcança 3,1 toneladas por hectare ante as 2,8 toneladas da safra anterior. “Houve ainda o crescimento de 7% da área de cultivo, que alcança 175,2 mil hectares.”
 
A utilização do sorgo como complemento do milho no preparo da ração para aves e suínos tem estimulado o cultivo em Minas Gerais. Além disso, essa cultura é mais resistente aos efeitos da estiagem. O grupo de municípios líderes da produção no Estado é formado por Unaí, na região Noroeste (90 mil toneladas), Sacramento, no Alto Paranaíba (40 mil toneladas), Conceição das Alagoas, Capinópolis e Uberlândia, no Triângulo (35 mil, 31,8 mil e 30 mil toneladas, respectivamente). 
 
 
 
Produção MG 2013/14 x 2012/13
 
Feijão
598,9 mil t (+6%)
72% da safra do Sudeste
16,8% da produção nacional
Sorgo
547,3 mil toneladas (+16%) 
Maior produtor: Unaí (90 mil toneladas)
Fonte: Márcia França de Azevedo (SEAPA)

Patos Notícias


Patos Notícias


Patos Notícias