Sandra Castro entrevista candidatas à Rainha Nacional do Milho 2009

01/04/2009

O patense começar a curtir a FENAMILHO quando conhece as candidatas à Rainha Nacional do Milho.

Da esquerda para a direita: Bruna Alves, Iara Borges e Lorrane Queiroz. (Foto: Arquivo PATOS NOTÍCIAS)

Da esquerda para a direita: Bruna Alves, Iara Borges e Lorrane Queiroz. (Foto: Arquivo PATOS NOTÍCIAS)

Bruna Alves, Iara Gonçalves e Lorrane Queiroz foram escolhidas para disputar o título de Rainha Nacional do Milho deste ano no dia 19 de Março.


No intuito de divulgar as candidatas, Sandra Castro apresenta as jovens aos internautas do PATOS NOTÍCIAS de forma que possam conhecê-las não só pela imagem, mas também por seus pensamentos. Nesta entrevista vocês verão que estaremos bem representados por qual seja a escolhida. 


 

BRUNA ALVES

Bruna Alves Oliveira Ribeiro é natural de Patos de Minas e filha de Eduardo da Silva Ribeiro e de Silvana Oliveira Canedo Ribeiro. Tem 17 anos e cursa Engenharia Civil no UNIPAM.

 

Sandra Castro: Muitas crianças sonham em ser Rainha do Milho. Para você o que muda desde esse sonho infantil até o momento em que foi escolhida para ser candidata?

Bruna Alves: Desde criança, assistia aos desfiles na avenida e às coroações e ficava encantada com a beleza das candidatas. Hoje esse sonho de participar diretamente de nossa Festa Maior se tornou realidade, é como rever cada desfile e saber que dessa vez sou eu quem vai estar lá!

 

SC: Ser Rainha Nacional do Milho para você é?

BA: Além de um sonho, é uma honra, e uma enorme responsabilidade, uma vez que as princesas e principalmente a Rainha Nacional do Milho representa a mulher patense, os produtores rurais e a cidade de Patos de Minas, divulgando a Festa Nacional do Milho em todo o país.

 

SC: A coroa, além do seu glamour, traz prestigio para toda a vida de uma patense. Quais os seus planos para o futuro caso seja eleita Rainha Nacional do Milho?

BA: Pretendo continuar a tradição de levar, como representante, o charme e a beleza da mulher patense, o produtor rural e suas tradições, bem como toda a beleza e riqueza de Patos de Minas, em todos os aspectos. O prestígio é uma consequência boa, e com ele terei meu nome escrito na história de Patos de Minas. Estou preparada para assumir as responsabilidades e os compromissos que vem junto com a coroa.

 

SC: Qual a importância da família em um concurso como este?

BA: Vejo como fundamental o apoio dos meus pais, além dos tios, primos, avó, demais parentes e amigos, pois neste mundo nada se constrói sozinho. Apoio esse que recebo de braços abertos de todos eles!

 

SC: Como é seu dia a dia em Patos de Minas?

BA: Atualmente sou universitária, cursando o 1º período de Engenharia Civil no UNIPAM. Gosto de leitura, ouvir músicas e confraternizar com meus amigos nas minhas horas vagas. Gosto de praticar línguas estrangeiras, de estudar e de dançar.

 

 

IARA GONÇALVES

Iara Gonçalves Borges Barbosa é natural de Patos de Minas e filha de Francisco Aurélio Barbosa e de Sandra Gonçalves Barbosa. Tem 17 anos e cursa o 3º ano do ensino médio no Colégio Marista.

 

SC: Muitas crianças sonham em ser Rainha do Milho. Para você o que muda desde esse sonho infantil até o momento em que foi escolhida para ser candidata?

Iara Gonçalves: Quando somos crianças vemos as Rainhas do Milho como seres fantasiosos e distantes do nosso alcance, porque toda menina quando pequena tem o sonho de ser uma rainha ou uma princesa. Agora que essa realidade faz parte da minha vida, eu vejo o quanto foi importante sonhar... Porque foi o que meu trouxe até aqui. Só que agora eu sou uma mulher realizando um sonho de criança com maturidade e responsabilidade. 

 

SC: Ser Rainha Nacional do Milho para você é?

IG: Sem dúvida alguma é a realização de um sonho que eu tenho desde pequena, quando eu via as rainhas e as princesas desfilando na Avenida Getúlio Vargas. Mais do que a realização de um sonho, ser Rainha Nacional do Milho é ter a oportunidade de representar a cidade que acolhe a mim, a minha família e aos meus amigos, e, além de tudo, é muito importante que se mantenha a tradição da FENAMILHO, porque faz parte da história cultural dos patenses. E enquanto eu viver eu quero ser testemunha da história do povo de Patos de Minas. Seria uma honra carregar o título de Rainha Nacional do Milho.

 

SC: A coroa, além do seu glamour, traz prestigio para toda a vida de uma patense. Quais os seus planos para o futuro caso seja eleita Rainha Nacional do Milho?

IG: Caso eu seja eleita Rainha Nacional do Milho, eu pretendo dar o melhor de mim para representar a cidade, será uma responsabilidade muito grande participar do time de vencedoras que são as Rainhas do Milho. Portanto, não posso deixar de lado os meus estudos, pois, terminando o terceiro ano, pretendo cursar Psicologia.

 

SC: Qual a importância da família em um concurso como este?

IG: A família é a base de tudo, é essencial o apoio deles em todos os momentos da nossa vida. Com certeza se não fosse o apoio dos meus pais, dos meus avós e de todos que estão a minha volta, hoje eu não teria chegado até aqui. E então eu só tenho a agradecer a eles por estarem sempre de braços abertos para me acolher.

 

SC: Como é seu dia a dia em Patos de Minas?

IG: Antes de ser uma candidata, a minha rotina era basicamente a escola, casa, amigos e família. Agora sendo uma candidata à Rainha do Milho, meu dia a dia mudou completamente, pois agora que estou envolvida com a campanha sobra pouco tempo para passar com a família e com os amigos, mas isso faz parte da minha nova responsabilidade, e com certeza essa 'correria' vai valer pelo conhecimento e pela experiência que todas as candidatas vão adquirir.

 

 

LORRANE QUEIROZ

Lorrane Queiroz é natural de Patos de Minas e filha de José Queiroz de Araújo e Glória Aparecida Lima. Tem 18 anos e cursa o 3º período de Direito no UNIPAM.

 

SC: Muitas crianças sonham em ser Rainha do Milho. Para você o que muda desde esse sonho infantil até o momento em que foi escolhida para ser candidata?

Lorrane Queiroz: Tudo ainda é um sonho. É uma experiência que, em grande parte, vai se constituindo realidade aos poucos, uma vez que estou descobrindo um mundo novo, conhecendo pessoas interessantes. De fato, muitas coisas mudaram desde minha infância até o dia em que fui escolhida candidata, porque quando criança tinha muita admiração ao ver às rainhas nos desfiles, nas fotos; e hoje, percebo esse sentimento ao reverso, pois recebo muito carinho e é bem mais gratificante do que eu poderia imaginar viver esse momento.

 

SC: Ser Rainha Nacional do Milho para você é?

LQ: Uma realização pessoal. É um titulo que traz glamour, admiração, mas também muita responsabilidade. O glamour é um desejo que faz parte do universo feminino; a admiração deve ser conquistada não somente pela beleza, e sim pela inteligência, humildade e doçura, as quais devem ser características inerentes à coroa. E a responsabilidade está no fato de que a Rainha Nacional do Milho está em evidência, e por isso, suas atitudes são observadas e refletem a cidade que representa.

 

SC: A coroa, além do seu glamour, traz prestigio para toda a vida de uma patense. Quais os seus planos para o futuro caso seja eleita Rainha Nacional do Milho?

LQ: Como Rainha Nacional do Milho, meus planos sofrerão algumas mudanças porque vou ter sempre que pensar não só em mim, mas também em Patos de Minas. De certa forma, terei de mostrar competência para cumprir toda minha agenda de compromissos e demonstrar, concretamente, todo meu carinho pela minha cidade. Em vista disso, pretendo dividir o meu tempo, dedicando-me à faculdade, à família e aos amigos, e claro, aos meus compromissos como Rainha, que me deixarão muito feliz. Também penso em aproveitar a oportunidade para aprender e viver experiências que eu possa aplicar num futuro mais distante.

 

SC: Qual a importância da família em um concurso como este?

LQ: Minha Família é, invariavelmente, o meu ponto de apoio, o meu sustentáculo, pois sempre está me apoiando em todos os momentos importantes da minha vida. São pessoas que me ajudam a construir quem eu sou pelos valores que aprendi com meus pais e pela dedicação e amor que sempre recebi em minha casa. Tenha uma família muito grande, e em conseqüência, uma torcida de igual tamanho, porque estão todos empolgados e felizes com essa nova fase de minha vida.

 

SC: Como é seu dia a dia em Patos de Minas?

LQ: Moro com meus pais e meu irmão, curso o 3º período de Direito diurno, no Centro Universitário de Patos de Minas. Meu dia a dia se divide entre a família, os amigos, a universidade e também faço musculação e vou ao Clube para momentos de esportes e lazer. Conquistei neste ano, o título de Garota Fitness 2009, por valorizar atividades físicas que são essenciais à saúde do corpo e da mente. Ao mesmo tempo, me preocupo em formar bem a minha espiritualidade e por isso gosto de ir a Igreja nos fins de semana e de leituras bíblicas que me levem à meditação. À noite, adoro ler ficção, crônicas, contos, poemas e para me divertir gosto de ir a festas e nas férias viajo com minha família.
Autor: Sandra Castro. Fotos: Arquivo Pessoal.
  • Lorrane Queiroz
  • Iara Gonçalves
  • Bruna Alves

Comentários

  • cely maria de oliveira | 29/05/2009

    parabéns; s.r evaristo claudia,melinha,verinha,dra alice,marialda organizadores danossa festa maior de minas gerais a; fenamilho nossa cidade de patos de minas a rainha bruna,cheia,de,graça,beleza,cheia de charme fez bonito,e vai repressentar muito bem á nossa patos,olha fiquei muito orgulhosa c/ o descurso da katrina.á anos que ninguem hávia visto uma rainha.falar tão espontaniamente s/ uma folha de papel p/ler em comunicação foi tenho certeza que katrina vai ficar na história parabéns á todos
    a;ss cely maria de oliveira

Comentar Notícia

PUBLICIDADE

VIDEOS

PATOS NOTÍCIAS| Patense vence concurso de desenho contra homofobia

20/06/2014

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

AGENDA
  • 31/12/1969

FOTOS

PARCEIROS